O papel de um trader é movimentar dinheiro no mercado financeiro, visando lucrar com operações a curto prazo, desfrutando-se do desbalanceamento do mercado.

Basicamente, ele busca ganhos financeiros realizando a compra e a venda de ações ou outros ativos negociados em Bolsa, como por exemplo: títulos; moedas estrangeiras; commodities; índices; e até mesmo contratos de derivativos

No nosso caso, por exemplo, trabalhamos com day trade, que são operações realizadas através de compra e venda de contratos do índice futuro, que é um derivativo do ÍNDICE BOVESPA (IBOV), carteira teórica composta pelas ações de maior liquidez da bolsa brasileira, muito utilizado para uma referência da “temperatura” do mercado de títulos. Visamos operações de curto período de tempo. Basicamente fechamos e abrimos uma posição dentro do mesmo dia, para evitar os efeitos negativos de notícias, de anúncios de lucros, que podem ocorrer durante a noite, políticas etc.

O aumento da volatilidade aqui no Brasil nos últimos anos e a evolução das ferramentas utilizadas e até mesmo a criação de novos produtos possibilitaram um forte aumento nos ganhos deste profissional, fortalecendo ainda mais essa carreira do mercado financeiro.

Apesar de ser uma profissão “abominada” por muitos (principalmente os mais leigos sobre finanças), o trader é fundamental para o funcionamento do mercado, pois ele é quem ajuda a “precificar” os ativos no curto prazo, além de dar fluidez ao mercado