Seu cérebro tem duas formas de processar informações: uma rápida – comandada pelo o que se convencionou chamar de Sistema 1 – e outra devagar – chamada de Sistema 2. Quem conceituou essas facetas de nosso raciocínio foi o psicólogo, especialista em Economia Comportamental e vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2002, Daniel Kahneman, no livro Rápido e Devagar – Duas Formas de Pensar (Editora Objetiva, 2012). 

A depender de qual desses dois sistemas você usa para operar o mercado financeiro, a impulsividade pode tomar conta de suas reações e você vai perder dinheiro. Faça o seguinte teste, respondendo rapidamente: quanto é 2 + 2? Essa foi fácil. Agora responda: quanto é 17 x 24? Com alguns segundos, talvez minutos, você certamente consegue responder à segunda pergunta também.

Para responder a primeira pergunta, você usou o seu lado rápido, o Sistema 1. Esse sistema funciona de forma automática, exigindo pouco ou nenhum esforço para processar dados. É o sistema que você usa para passar a marcha do carro, por exemplo. Ou que você usa para ler um livro ou andar. Todas essas tarefas você teve de se esforçar para aprender num dado momento da sua vida. Depois que aprendeu, ficaram tão simples, que você executa cada uma delas sem ao menos pensar no que está fazendo.

Para responder a segunda questão, você precisou usar seu lado devagar, o Sistema 2. Esse é o seu lado lógico, que requer esforço, foco e concentração para funcionar. Usando esse sistema, você é capaz de realizar tarefas mais complicadas, como estacionar um carro numa vaga apertada, fazer o resumo de um livro ou preencher um formulário.

Suas reações se baseiam no Sistema 1 ou no Sistema 2?

Vamos fazer outro teste. Eu tenho uma bola e uma chuteira. Juntas, elas custam 110 reais. Só que a chuteira, custa 100 reais a mais que a bola. Quanto custa a bola?

Diante dessa questão, a grande maioria das pessoas responde – mais do que depressa: “A bola custa 10 reais”. Só que essa resposta é errada, pois se a bola custa 10 reais e a chuteira 100 reais a mais, ou seja, 110 reais, juntas elas custariam 120 reais – e não 110 reais. A resposta certa é dizer que a bola custa 5 reais e a chuteira, 105 reais.

A primeira resposta, errada, é dada pelo nosso Sistema 1, um sistema rápido e intuitivo, muito impulsivo. É importante que você compreenda a distinção entre esses dois sistemas porque para operar no mercado financeiro você vai precisar do Sistema 2. Esse sistema devagar é capaz de elaborar raciocínios e age pela cautela.

Veja que o problema surge quando se usa o Sistema 1 em situações em que era necessário usar o Sistema 2. “Ah, mas eu achei que o mercado ia subir e comprei.” “Não, eu achei que o mercado ia cair, então, vendi.” No mercado financeiro, isso é fatal e te faz quebrar qualquer conta. Afinal, mercado financeiro não combina com intuição e impulsividade. Nem com achismos.

O Sistema 1 é mais fácil de acionar. No mercado financeiro, se você se depara com uma situação simples, aparentemente lógica como a do problema matemático envolvendo a bola e a chuteira, você pode se precipitar e reagir de forma errada. 

E isso é tudo o que os grandes players querem de você. Eles sabem que boa parte dos seres humanos, age por impulsividade. Então, eles emitem sinais falsos no mercado para a maioria dos players de varejo agirem por intuição e servirem de liquidez para eles. Isso ocorre todos os dias no mercado.

Outro conceito muito importante: Priming

Já reparou que quando você quer comprar um carro, quando você sai na rua, é só esse carro que você vê? E se você definiu que o seu carro vai ser branco, você só vê carro branco? Outro exemplo para você entender o que é Priming: se sua mulher estiver grávida, o que mais você vai ver é mulher grávida na rua. Já percebeu isso? Mais uma situação: você será um motorista mais prudente e cauteloso se, antes de sair para sua próxima viagem, você assistir a alguns vídeos de acidentes.

Esse conceito de “preparação” ou condicionamento pode ser aplicado no seu dia-a-dia de trading. Sabendo que para operar você precisará do seu Sistema 2, seu sistema cerebral lógico e analítico, existem formas de você barrar a atuação do Sistema 1.

Bom, primeira recomendação básica: nada de se distrair com celular, videogame, música ou seriados. Se você cair nessa situação de distração extrema, quando voltar para a operação, sem estar preparado, vai reagir ao mercado pelo Sistema 1, no impulso completo.

Uma das formas mais efetivas de preparação é você criar e alimentar seu diário de trading. Ao escrever os erros e acertos dia após dia – principalmente os erros –, você vai condicionar o seu cérebro em relação àquilo que você não deve fazer.

No final do dia, escreva sobre cada operação em que você entrou, relacione os motivos pelos quais você entrou em cada uma delas, que horas você entrou, porque saiu e porque levou stop (se levou stop).

Todos os dias, antes de operar, você vai ler o seu diário. Esse é o melhor jeito de refrescar a sua memória, alertar o seu cérebro, em relação àquilo que você fez de errado – e que, na maioria das vezes, fez por impulsividade.

Segundo passo do controle da impulsividade

Outro hábito que você precisa desenvolver é ler, sempre antes de começar a operar, o seu plano de trading. Esse documento – em geral, feito à mão – relaciona suas melhores operações no mercado com riqueza de detalhes.

Como o nome diz, o plano de trading contém um planejamento. Com base em suas melhores experiências, ele indica tudo o que você deve fazer quando determinados cenários – já conhecidos e vivenciados por você – se desenharem no gráfico que você estiver analisando. Ao lê-lo, você refresca a sua mente em relação ao que funciona ou ao que você tem habilidade para fazer em cada situação.

Depois de fazer esses dois “primings” (leitura de diário e de plano de trading) seu cérebro vai estar pronto para evitar o que dá errado e afiado para fazer o que dá certo. Essa preparação visa inibir o acionamento de seu Sistema 1 no momento do trading, já que é esse sistema da impulsividade que quebra traders. Gostou dessas dicas para dominar o seu Sistema 1? Deixa um comentário pra gente, contando alguma situação em que o seu lado rápido acabou te atrapalhando. Agora que você conhece essa classificação, vai conseguir identificar toda vez que a sua impulsividade passar da medida. 

Recommended Posts